O Site MCpt é participativo. Regista-te.

  O Registo agora é simples pois, depois de um largo período com restrições ao registo, agora o site tem várias proteções que permitem a defesa em relação a «robôs» que constantemente criavam falsos utilizadores... Enfim voltamos ao estado original do site, por isso o apelo: Regista-te e Participa * Insere Conteúdos e Comentários... Clica em «Criar uma nova conta» no menu esquerdo do site... (Se já estiveres inscrito não te preocupes; acede e participa simplesmente)

Faz tu mesmo: Dínamo sem fricção + LEDs para bicicleta


http://www.freelights.co.uk/howmake.html

POTENTE!!!
Vou analisar com mais calma o sistema. Para já parece muito simples e eficaz - tinha dúvidas se daria mais luz ou menos consoante a
velocidade da roda, como acontece por exemplo com as bicicletas antigas e as motorizadas antigas, quanto mais velocidade, mais brilho,
o que é chato Triste O LED é uma tecnologia menos sensível a essas variações, pelo que deve dar sempre mais ou menos o mesmo brilho. Mas, e se estivermos com a bicicleta parada, nuns semáforos, por exemplo? - ficamos sem luz Triste
Para a situação da roda parada = não luz, colocaria uma pilha NiMH recarregável em paralelo com os LEDs(ideia copiada do meu foco com
LEDs, accionado a manivela), assim com a pilha recarregável, mesmo a bicicleta parada teria luz Sorrindo - a pilha recarregável é muito barata e
compra-se em qualquer loja da esquina Sorrindo
Uma outra coisa importante, é a lente!! - trabalho numa empresa que desenvolve produtos electrónicos com LEDs e para cada caso é criada uma lente, para direccionar os raios de luz. Neste caso os LEDs são usados sem lente Triste logo raios para todo o lado, luz dispersa. Uma possibilidade é utilizar o conjunto LEDs + lente que são vendidos nas lojas Sorrindo, substituir as pilhas não recarregáveis por recarregáveis e fazer lá chegar a energia vinda do dínamo sem fricção Piscadela Sorrindo
Assim que implementar isto na minha bicla, documentarei a "coisa" Sorrindo

Share this

Comentários

Boa

Ainda por cima podia usar a electricidade criada e carregada na pilha caso não necessitasse de luz noutro aparelho qualquer.

Tenho de falar com alguém que entenda de electricidade para ir as compras comigo.

Obrigado pelo artigo, andava a procura de uma solução mais interessante que os dinamos por fricção e essa é optima.

Cumprimentos

Veiga

Boa idéia.

A idéia é ótima. Aqui no Brasil chegam muitas lanterninhas chinesas sem pilha com geradores internos com alavnca manual. Aqui elas custasm menos de 1 Euro. Vou adaptar uma baseado nesta idéia. Também acho boa a idéia de colocar pilhas recarregáveis, mas daí será necessário um interruptor de liga/desliga. Abraços